Xbox vai conquistar fãs de RPG?!

Bem ao que parece a Microsoft Games pretende realmente não se contentar apenas com os fãs do gênero de first-person (primeira pessoa), mais especificamente HALO. Decidida a conquistar outros tipos de público , ou melhor, decidida a diminuir a rejeição do Xbox no Japão que é o grande público alvo de muitas das empresas de vídeo-game, aos poucos, jogos diferentes vêm sendo lançados para a plataforma do Xbox 360.
Considero como primeiro ensaio do Xbox para sair dessa obscuridade junto aos não-fãs de firt-person como sendo Blue Dragon, lançado em 28 de agosto de 2007 pela Mistwalker, um dos primeiros RPGs para Xbox, mas que apesar das expectativas não foi muito bem visto pelos críticos, sua história foi considerada muito fraquinha, assim como o designe – mas, bem, vai ver era só um ensaio, caso queira dar uma olhada em Blue Dragon.



Depois veio Eternal Sonata, um jogo bonitinho, mas que diferente de Viva Pinhata não tem como publico alvo crianças, lançado em 17 de setembro de 2007 pela Namco Bandai Games. Eternal Sonata pode ser considerado uma tentativa de jogo “MOE” (bonitinho, fofinho, cativante), jogos com essas características normalmente fazem muito sucesso no Japão, ainda não sei como estão as vendas, o designe é bem diferente, com muitas cores fortes e traços bem desenhados, mas o efeito 3D deixa um pouco a desejar, a jogabilidade é considerada boa, assim como a história quem quiser pode acompanhar mais um pouco assistindo ao review da Game Trailers de Eternal Sonata.
Agora a Microsoft Games apresenta para o Xbox 360 o jogo Lost Odyssey o qual trás muitas promessas para todos os jogadores de RGP, e mais especificamente para os jogadores de JRPG, bem a grande dúvida que paira no ar é : existe vida pós Final Fantasy no mundo do RPG ?!
Os investimentos sobre esse jogo estão aos limites, pois eles conseguiram ninguém menos que Hiranobu Sakaguchi escrevesse pessoalmente a história do jogo, contrataram Nobuo Uematsu para fazer as músicas temas, as características de RPG lembram muito jogos clássicos, existem waypoints como em Diablo II, a jogabilidade lembra muito os próprios Final Fantasys, e há até um pouco de MMORPG na medida que se pode fazer combinações estratégicas para quem vai na linha de frente e leva as pancas e para quem fica atrás fazendo apenas o papel de suporte.
Lost Odyssey com data para lançamento dia 12 de fevereiro de 2008 é também da Mistwalker, empresa fundada pelo próprio Hiranobu, após sair da Square durante a fusão com a Enix, com o apoio financeiro da Microsoft Games em 2004. Como diretor e vice-presidente para sua empresa Hiranobu Sakaguchi trouxe ninguém menos que Kensuke Tanaka, criador do sistema de PlayOnline de Final Fantay XI – bem por esses motivos pode-se pensar que eles pretendem apostar alto nesse jogo. Esse está sendo o terceiro jogo criado pela empresa a qual havia feito apenas Blue Dragon também para o Xbox, mas com lançamento também previsto para o Nintendo DS, e Archaic Sealed Heat para o Nintendo DS.

A Microsoft Games parece estar fazendo a “tarefa de casa” direitinho, pode-se dizer , e procurou cumprir todos os quesitos necessários para entrar na briga por um espaço no mundo do RPG. Assim não podia faltar qualidade nas músicas, então eles procuram o “Mestre” Nobou Uematsu que também durante a fusão com a Enix deixou a Square e fundou sua própria empresa, a Smile Please, a qual hoje trabalha para empresas com a própria Square e a Mistwalker. Então perante todas essa promessas, tudo que posso indicar é a assitir o review da Game Trailers abaixo:

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s