Trinity Blood – Review (Parte 1)

AX - Trinity Blood

AX - Trinity Blood

Gênero: Ação 70%, Aventura 30%, Comédia 0%, Ficção Sobrenatural 90%, Drama 0%, Romance 10%.

Faixa etária: adolescentes e adultos jovens (Seinem).

Autor: Sunao Yoshida e ilustrada por Thores Shibamoto

Estúdio: Gonzo

Trinity Blood é uma serie japonesa lançada primeiramente como Light Novel, uma “novela” ou romance com ilustrações de mangá ou anime. O termo Light Novel (chamado de ranobe ou rainobe) é um Waise-eigo, ou uma palavra japonesa a qual é formada de palavras em inglês. Escrita por Sunao Yoshida e ilustrada por Thores Shibamoto, foi serializada pelo The Sneaker (revista especializada em light novels publicada pela Kodokawa Shoten, sendo que as light novels publicadas nessa revista são direcionadas para os jovens adultos – homens). Sendo também adaptada para mangá e anime com grandes diferenças entre as três versões.

Quando o autor, Yoshida, morreu em 2004 seu amigo Kentaro Yasui (autor de Ragnarok novels) assumiu a light novel para completar o que falta para concluir Trinity Blood. Yasui também ajudou a completar o mangá o qual conta com ilustrações de Kiyo Kujo, o anime foi produzido pelo estúdio Gonzo.

A trama se passa em um mundo apocalíptico 900 anos após o Armageddon ocasionado pela luta entre humanos e vampiros. O enredo da história gira em uma tentativa de coexistência dos humanos normais com os vampiros – mas como sempre existem aqueles que não acreditam nesse pacifismo e querem destruir a tênue linha de trégua entre os dois mundos. Nossa história se passa entre as duas forças que colidem durante o desenrolar da história, do lado humano temos a AX (Grupo de Operações Especiais do Vaticano) e do lado dos vampiros temos a Ordem da Rosen kreuz (ou Ordem da Rosa Cruz).

O anime é muito bem feito, assim como é esperado se tratando de um trabalho do estúdio GONZO, a única coisa muito ruim é que ele começa no meio da história, sendo muito curto apenas 24 episódios, ficando um gostinho de quero mais – o principal motivo pelo qual assisti esse anime, além de ser fã de Vampiros, é porque se tratava de um trabalho desse estúdio e ainda era traduzido pela O.M.D.A., mas não me arrependi de maneira alguma, só que agora quero mais.

Veja também:

Trinity Blood – Review (Final)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s